Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 120 Praças Wi-Fi entregues: Secretário de Serviços destaca participação da Prodam

WI-FI LIVRE

120 Praças Wi-Fi

120 Praças Wi-Fi entregues: Secretário de Serviços destaca participação da Prodam

Participação da empresa foi saudada durante cerimônia de entrega simbólica das praças realizada no dia 14 de abril
120 Praças Wi-Fi

 

Com a entrega do serviço na Praça Júlio César Campos, em Parelheiros, o Projeto WiFi Livre SP atingiu os 120 pontos com conexão de internet gratuita na cidade de São Paulo. Em comemoração ao objetivo superado (a previsão inicial era a oferta do serviço gratuito em 42 locais), a Prefeitura da Capital promoveu uma cerimônia na terça-feira, 14/04, no vão livre do Museu de Arte de São Paulo, o MASP, com a presença do prefeito Fernando Haddad, do secretário de Serviços, Simão Pedro, do presidente da Prodam, Márcio Bellisomi, e do coordenador da Coordenadoria de Conectividade e Convergência Digital (CCCD), João Cassino.

O secretário Simão Pedro, em seu discurso, destacou em primeiro lugar a participação da Prodam na execução do projeto, “sem a qual não teríamos conseguido superar nossa meta inicial no estabelecimento dessa rede de praças digitais, superando nosso objetivo primeiro em quase 300%”. O prefeito Fernando Haddad afirmou que com o cumprimento do projeto, previsto no Plano de Metas da administração municipal, a cidade passa a ser uma das mais conectadas e com o maior índice de inclusão digital da América Latina: “As 120 praças garantem que cada distrito da cidade tenha pelo menos uma praça conectada. Os 96 distritos estão agora conectados", disse.

Logo após o evento, o prefeito Haddad disse em entrevista que “a atuação da Prodam foi importante no estabelecimento das exigências técnicas, na formatação dos editais e na colaboração com seu conhecimento para que o projeto atingisse seu objetivo, que é beneficiar o povo de São Paulo com sua inclusão digital e promover o acesso democrático de uma parcela maior da população aos meios digitais”.

Também em entrevista após seu discurso, o secretário municipal de Serviços, Simão Pedro disse que a relação da Secretaria com a Prodam tem se caracterizado por muito mais do que a simples colaboração, tem sido uma relação real de parceria desde o início do projeto WiFi Livre SP. “Os esforços da Prodam, do presidente Márcio Bellisomi, do Marcelo (Pimenta, diretor da DIT), do Reche (Ricardo Reche, coordenador do projeto) e de todos os técnicos da empresa foram fundamentais para que atingíssemos a marca das 120 praças com conexão gratuita. Acho que essa parceria vai nos permitir promover outros projetos e a possível expansão dessa rede de praças para além do que tínhamos planejado”.

 

Projeto

O Projeto WiFi Livre SP faz parte do programa de metas da Prefeitura de São Paulo e seu objetivo é estimular a ocupação dos espaços públicos e democratizar o acesso à internet. O projeto oferece acesso livre a gratuito a internet por sistema WiFi, com velocidade de 512 Kbps por usuário para download e upload, o suficiente para acessar redes sociais, baixar arquivos e compartilhar vídeos.

Os 120 pontos estão distribuídos da seguinte forma: 23 na região central, 18 na zona norte, 36 na leste, 28 na sul e 15 na zona oeste. Qualquer cidadão pode se conectar desde que possua um aparelho compatível com o padrão WiFi da Anatel. Não é preciso ter cadastro para navegar. Os locais e endereços podem ser verificados pelo site www.wifilivre.sp.gov.br

O contrato firmado pela Prefeitura prevê controle de qualidade, estabilidade de conexão e garantia de banda. Todos os dados que circularem na rede serão protegidos por confidencialidade e não haverá qualquer restrição no conteúdo acessado. O prestador de serviço não está autorizado a filtrar o tráfego por IP de origem ou de destino, por aplicação ou por conteúdo, exceto para cumprir legislação em vigor. As redes possuem um sistema de gestão que permite detectar e evitar possíveis incidentes e cumprir determinações legais e judiciais.