Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Brasil e Canadá reforçam cooperação em ciência e tecnologia

INOVAÇÃO

Os dois países definiram como áreas prioritárias nanotecnologia, biotecnologia e biomedicina

Brasil e Canadá reforçam cooperação em ciência e tecnologia

  Brasil e Canadá realizaram no dia 14/6, em Brasília, a 4ª Reunião do Comitê Conjunto de Cooperação em Ciência, Tecnologia e Inovação. No encontro, os dois países definiram como áreas prioritárias na cooperação bilateral a nanotecnologia, biotecnologia e biomedicina. A expectativa é que, no futuro, também seja estreitada parceria para uso industrial de biomassa e suas tecnologias; química renovável; cidades inteligentes; energias sustentáveis e Internet das Coisas.

  “A cooperação com o Canadá já acontece espontaneamente. O objetivo do comitê é acrescentar um elemento de apoio, de estímulo, de conexão entre as pessoas, e isso foi alcançado nesta reunião de uma maneira bem-sucedida”, afirmou o diretor do Departamento de Temas Científicos e Tecnológicos do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Benedicto Fonseca Filho.

  “O trabalho do comitê consiste em agregar valor e contribuir para que essa cooperação se desenvolva cada vez mais”, acrescentou.

  As relações de cooperação em ciência, tecnologia e inovação entre Brasil e Canadá são regidas pelo Acordo Quadro Brasil-Canadá para Cooperação em Ciência, Tecnologia e Inovação, assinado em 2008 e em vigor desde 2010. O principal espaço de articulação dessa cooperação é o Comitê Conjunto para Cooperação em Ciência, Tecnologia e Inovação Brasil-Canadá (CCCT).

  Participaram do encontro o chefe da Assessoria de Assuntos Internacionais do MCTIC, ministro Luis Felipe Fortuna, e representantes do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Finep e Fapesp.

 

 

Fonte: Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações