Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Geosampa completa um ano e vira referência em dados sobre o Município de São Paulo

GEORREFERENCIAMENTO

Geosampa

Geosampa completa um ano e vira referência em dados sobre o Município de São Paulo

Somente no mês de novembro foram mais de 70 mil acessos à plataforma, que já conta com 10 terabytes de informação

 

O Geosampa completa hoje (7) um ano de funcionamento. Desde o lançamento, o número de acessos à plataforma cresceu mais de 120%, passando de 31.949 em dezembro de 2015 para 70.812 em novembro de 2016.

Nesse período, o número de temas disponíveis também aumentou. Ano passado eram 150 e hoje são 182, o que corresponde a 10 terabytes de informações detalhadas e georreferenciadas sobre a cidade de São Paulo, como localização de semáforos e pontos de iluminação pública, croquis patrimoniais, dados sobre a população, equipamentos públicos e concessão da outorga onerosa do direito de construir.

O Geosampa reúne ainda mapas históricos, arquivos de ortofotos, imagens de satélite, fotografias áreas, plantas, croquis e cartas antigas, como o mapeamento feito nos anos 30 – o Sara Brasil. Todo o material está em formato aberto, disponível para consulta e download, sem restrições de licenças, patentes ou mecanismos de controle.

Os dados mais acessados são os croquis das quadras fiscais, com a localização e dados dos respectivos lotes, informações sobre a área construída, área do terreno, endereço do imóvel e o número do Setor Quadra Lote (SQL). Em segundo lugar, as informações mais procuradas são sobre o Zoneamento, lei municipal que define como os terrenos de cada zona da cidade devem ser ocupados, incluindo o tamanho das construções, atividades permitidas e relação entre os imóveis e os espaços públicos.

Capacitação e atendimento ao público
A atualização dos dados do Geosampa, a formação dos usuários e o atendimento ao público são constantes. Nos últimos seis meses, o Departamento de Informação e Análise da Informação (DEINFO), responsável pela plataforma, realizou 840 atendimentos para esclarecimento de dúvidas, sugestões e pedidos de correção. Treinamentos internos e externos também permitiram que mais pessoas aprendessem a utilizar o portal. Hoje, são mais de 1.700 servidores municipais capacitados, além de funcionários do Metrô, Universidade de São Paulo (USP) e Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Sobre o Geosampa
O Geosampa é um portal que segue as diretrizes do Plano Diretor Estratégico e marca a entrega da meta 111 do Programa de Metas 2013-2016: “Implantar um Sistema de Informação Geográfica, com dados abertos e livre consulta pelo público”.

A plataforma foi desenvolvida a partir software livre pela Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Município de São Paulo (PRODAM). A coordenação é feita pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento (SMDU).

registrado em: