Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Políticas adotadas pela atual gestão municipal recebem grandes prêmios internacionais

MATURIDADE

Inovação

Políticas adotadas pela atual gestão municipal recebem grandes prêmios internacionais

Desde 2013, ações como a criação de ciclovias, faixas exclusivas para ônibus, novo Plano Diretor e medidas para acessibilidade de pessoas com deficiência foram reconhecidas por entidades de renome em todo o mundo
Haddad recebe prêmio de Michael Bloomberg

Prefeito Haddad recebe prêmio de Michael Bloomberg em Ciudad del Mexico - Créditos: SECOM

 

Políticas públicas e projetos de inovação adotados desde 2013 pela Prefeitura de São Paulo foram laureadas por mais de dez grandes prêmios internacionais nesse período. Além de verba para o financiamento de novas ações municipais, as premiações colocam a capital paulista na vanguarda em diferentes áreas de atuação, como mobilidade, meio ambiente e desenvolvimento urbano. O mais recente reconhecimento aconteceu nesta quarta-feira (30), quando São Paulo recebeu, na Cidade do México, o Prêmio Mayors Challenge 2016, promovido pela Bloomberg Philanthropies

Com mais de 290 cidades inscritas em todo o mundo, a premiação buscava iniciativas ousadas que promovam o desenvolvimento urbano sustentável. São Paulo concorreu com o projeto “Ligue os pontos”, uma plataforma digital que pretende potencializar as políticas públicas relacionadas à cadeia de valor da agricultura local, envolvendo produtores, distribuidores e consumidores. A ação tem por objetivo contribuir para facilitar e ampliar a distribuição dos alimentos produzidos pela agricultura familiar, fazendo com que cheguem, por exemplo, até a mesa das crianças nas escolas. Como vencedora, a capital paulista recebeu um aporte de US$ 5 milhões da entidade para implementar o projeto.

Esse não é o primeiro reconhecimento da Bloomberg obtido pela cidade. Em 2015, a capital paulista foi uma das cidades selecionadas para a implementação da Iniciativa Bloomberg para Segurança Rodoviária Global. O objetivo da ação é promover uma melhoria nos processos de formulação e implementação de projetos e políticas públicas municipais em segurança rodoviária nas maiores cidades do mundo, criando uma rede mundial de cidades com compromisso pelo combate às mortes no trânsito e experiências exemplares no tema.

Também em 2015, São Paulo foi reconhecida com o Prêmio Rainha Letizia de Acessibilidade Universal de Municípios Latinoamericanos e recebeu 15 mil euros por suas políticas para pessoas com deficiência. As medidas incluem todo o trabalho feito pela Comissão Permanente de Acessibilidade (CPA) como, por exemplo, os Certificados de Acessibilidade vinculados às licenças das edificações da cidade, o Sistema Atende de Transporte Porta a Porta e o cartão DEFIS, que autoriza que os veículos de pessoas com deficiência estacionem em vagas reservadas em locais públicos. O prêmio é organizado conjuntamente pelo Real Patronato sobre Discapacidad, a Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento e a Fundação ACS.


Mobilidade Urbana

Uma das áreas com mais projetos de inovação dentro da Prefeitura, a mobilidade urbana paulistana foi laureada com um dos mais importantes prêmios do setor também no ano passado. Ao lado de Belo Horizonte e Rio de Janeiro, a capital paulista venceu a 10ª edição do Sustainable Transport Award (Prêmio Transporte Sustentável). Coordenado pelo Institute for Transportation and Development Policy (Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento), a premiação global é concedida a cidades que tenham implementado projetos inovadores e de destaque no campo do transporte sustentável. No caso de São Paulo, a expansão da malha cicloviária e adoção de faixas exclusivas de ônibus foram reconhecidas.

O Laboratório de Mobilidade Urbana (MobiLab) da Secretaria Municipal de Transportes de São Paulo venceu em agosto de 2014 o Prêmio MobiPrize, organizado pela Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, na categoria “Estado/Cidade empreendedor”. O prêmio é dado em reconhecimento a governos que demonstram esforços para construir uma cultura de inovação e encorajar o empreendedorismo em transporte sustentável por meio de medidas como compartilhamento de dados, financiamentos e permitir a mudança de políticas na área. São Paulo também se destacou em outras premiações, como a inserção do MobiLab na semifinal do Prêmio Governarte 2014 e a menção honrosa no Prêmio Mobilidade Minuto 2014 pelas ciclovias.

Junto com o Plano Diretor Estratégico (PDE), ações como as ciclovias, as faixas exclusivas de ônibus e a abertura da Avenida Paulista ainda fizeram a Prefeitura de São Paulo ser apontada como o maior destaque de 2015 na categoria Comprometimento Urbano pelo portal ArchDaily, um dos maiores do mundo no setor de urbanismo.

Meio ambiente

Entregue pela World Wildlife Fund International (WWF), o Prêmio Hora do Planeta 2015 reconheceu o compromisso de São Paulo na preservação do meio ambiente, com a adoção de medidas que reduzem a poluição proveniente do trânsito e de outras fontes de emissão de gases, como aterros sanitários. São Paulo modernizou sua frota de ônibus, optando por tecnologias de ônibus híbridos e movidos a etanol, e iniciativas de geração de energia renovável, como a produção de biogás a partir dos aterros.

Apesar de não ter sido finalista do Prêmio C40 Cities Awards 2015, a cidade foi escolhida para ter seu projeto “Incentivos Financeiros para Planejamento Urbano” divulgado na publicação Cities100, lançada em dezembro do ano passado, durante a COP21. O projeto, que contou com a participação da São Paulo Urbanismo, propõe promover políticas e programas voltados à redução da emissão de gases de efeito estufa e o aprimoramento da resiliência das cidades. A capital paulista ainda recebeu destaque por conta do Banco de Alimentos, que recebeu no Prêmio de Serviço Público da ONU em 2015.

registrado em: , , ,