Você está aqui: Página Inicial / Notícias / VaiTec Supera Meta e Entrega Certificados para Vencedores da 2ª edição

FOMENTO

VaiTec

VaiTec Supera Meta e Entrega Certificados para Vencedores da 2ª edição

O programa vem ultrapassando expectativas desde a sua criação
VaiTec Supera a Meta

 

Quando o edital da 2ª Edição do Vai Tec (Programa de Valorização de Iniciativas Tecnológicas) foi lançado, já superou as expectativas: 786 projetos se inscreveram, dos quais 74 foram selecionados para receber subsídios de até R$ 27 mil. Atualmente os projetos estão em fase de implantação. Na primeira edição, foram inscritos 599 projetos e 67 projetos selecionados para receber subsídios de até R$ 25 mil. Mais do que ampliar a quantidade de projetos subsidiados, a meta principal da 2ª edição era a de garantir a competitividade dos públicos considerados prioritários. Para tanto foi criado um sistema de pontuação extra para mulheres, jovens, negros, pardos , indígenas, estudantes de escolas públicas, idosos, pessoas de baixa renda, pessoas com deficiência e residentes em subprefeituras que apresentam menores índices de emprego formal. O relatório apresentado na Avaliação Coletiva do Vai Tec para o Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia & Inovação, em dezembro, mostra que a política pública para reduzir desigualdades deu resultados: 62,16% do total (46 vencedores) são de população de baixa renda, 67,57% (50 vencedores) moram em regiões vulneráveis, 62,16% (46 vencedores) são negros, pardos ou indígenas e 58,11% (43 vencedores) são jovens. “Já avançamos o suficiente para refletir sobre os resultados de ações e processos para seguir em frente identificando oportunidades de melhorias”, afirmou a gestora do Programa Vai Tec Márcia Campos. Na mesma cerimônia em que os resultados foram apresentados, os vencedores da 2ª Edição receberam certificados no auditório na Biblioteca Municipal Alceu Amoroso Lima.

O Programa Vai Tec foi criado juntamente com a AdeSampa em julho de 2013 através da Lei Municipal 15.838 para estimular projetos que tragam soluções para a cidade. Para isso, subsidia projetos de produtos, processos, aplicativos, jogos, técnicas ou metodologias inovadoras que obrigatoriamente sejam realizados na cidade de São Paulo. “É muito importante transformar a lei em coisas concretas”, afirmou Artur Henrique da Silva Santos, secretário Municipal do Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo de São Paulo (SDTE) durante a abertura da cerimônia. O presidente da AdeSampa Sergio Miletto também compartilhou a importância da implementação de políticas públicas para o desenvolvimento do empreendedorismo.  “Os resultados apresentados do projeto mostram que o programa poderia ser implantado no restante do país”.Uma das pessoas contempladas pelo Vai Tec que recebeu o certificado foi a empreendedora Lia Karina Muschellack, que também foi uma das cinco pessoas escolhidas para fazer um programa intercâmbio na incubadora The Studio, na prestigiada Universidade de Loughborough, no Reino Unido. Seu projeto, Anima SP, visa organizar oficinas de programação focado no público infantil para que as crianças tenham contato com esse tipo de tecnologia desenvolvendo vídeos de animação na periferia de São Paulo. Para Lia, o Vai Tec ofereceu os recursos necessários, orientação e estrutura para concretizar seu projeto. Ela afirma que o Anima SP já está em andamento desde novembro, trabalhando com ele em 3 CEUs no M’boi Mirim e que tem capacidade de implementar o Anima SP em mais dois CEUs até o início de 2017. “O projeto teve uma aceitação muito maior do que a esperada”.

registrado em: ,